Entre muitas tendências que envolvem o mundo fora, alguns bons de nós conhecem alguém que decidiu ter animais de estimação exóticos, como cobras, tarântulas ou ainda escorpiões. No entanto, hoje não vamos falar das estranhezas dos outros e sim do vangloriado “melhor amigo do homem”.

Entre muitos outros, os cães são dos animais de estimação mais famosos do mundo. Descendentes dos lobos, consta-se que os cães começaram a ser domesticados há mais de 30 mil anos e está cientificamente provado que são o animal com maior capacidade de empatia para connosco, ou seja, são capazes de entender os nossos sentimentos e emoções melhor que qualquer outro.

Os bobies são animais sociais, dotados de grande capacidade de olfacto e audição, o que lhes permite desempenhar tarefas que vão muito além de qualquer outro animal doméstico, características que lhes adicionam mais valia no mundo das preferências.

A sua glória é de tal forma prolongada, que ainda durante a época renascentista foram encontrados retratos de cães como símbolos de fidelidade e lealdade na arte mitológica,  alegórica e religiosa em toda a Europa, incluindo obras de Leonardo da Vinci.

Alguns dos nossos peludos mais preferidos também conseguem detectar o cancro. Experiências demonstraram que numa fase inicial, enquanto o tumor é muito pequeno para ser detectado por um médico, algumas espécies de cão conseguem detectar o cancro do pulmão, cheirando apenas a  respiração de uma pessoa.

O primeiro e provavelmente um dos mais conhecidos “superstars” caninos de Hollywood foi Rin Tin Tin, um pastor alemão que foi encontrado com cinco dias ferido na batalha na Primeira Guerra Mundial e adoptado por um soldado americano, Lee Duncan. O requintado bichinho chegou a assinar os seus próprios contratos com a cópia da pata.

Além de detectar cancro, aparentemente os nossos amigos de quatro patas também influenciam o nosso tempo. No quotidiano ouvimos provérbios que muitas vezes não fazemos ideia de como surgiram, como por exemplo “dias de cão no Verão”. Pelos vistos, os tais foram nominados pelos antigos gregos para descrever os dias mais quentes do verão que coincidiam com o nascimento da Estrela do Cão, Sirius.

Todos sabemos o quanto queridos são os nossos animais de estimação, por isso da próxima vez que se aborrecer com o cão do vizinho que não pára de ladrar às tantas da manhã, lembre-se que há uma estrela dedicada só para eles. E para aqueles que procuram uma solução eficaz e amigável, veja aqui a nossa melhor oferta.

Mantenha-se Eco.

 

 

 

 

 

 

Anúncios