Estas criaturas podem ter conseguido algo de má reputação ao longo dos últimos milhares de anos. O que começou com aquela que enganou a simpática senhora a comer uma maçã, condenando assim toda a linhagem humana para mortalidade, levou à desconfiança total se não for o medo desesperado. E, embora seja compreensível que as pessoas temam um animal que pode facilmente matá-las, nós pensamos que estas fascinantes e diversas criaturas que variam de poucos centímetros a 12 metros de comprimento, e de amigável e dócil a agressivo e mortal, merecem que as pessoas saibam mais sobre elas. Como já deve ter adivinhado, hoje vamos falar de cobras. E porque não há altura melhor de falar sobre estes répteis que no verão, que é precisamente o tempo em que as mesmas avassalam todo o tipo de terreno, levando-nos ao tal medo primordial.

Historicamente, a cobra é uma das mais antigas personagens mitológicas e tem sido reverenciada por civilizações em todo o mundo. Em muitas culturas ela é indicada como o símbolo de sabedoria, inclusive, ganhou o seu lugar como o ícone universal de medicina. Há cerca de 3 458 espécies de cobras conhecidas até agora, que vão desde a tundra semicongelada do Norte, às selvas fumegantes do equador para baixo e à maioria dos oceanos do mundo. As serpentes são predadoras altamente eficazes e desempenham um papel vital na manutenção do equilíbrio da natureza em cada uma destas zonas. Cobras também são fascinantes pelo que são uma linhagem antiguíssima, dando-nos assim um vislumbre de volta a um tempo pré-histórico quando a terra era governada por répteis, e são, literalmente, os primos dos dinossauros a respirar.

As espécies que parecem fascinar mais as pessoas são a Cobra Rei, que é a maior cobra venenosa do mundo que a maioria das pessoas já viram em filmes a sair da cesta com um encantador de serpentes a tocar a flauta; o Cascavel, que forçou inúmeras pessoas a sugar o veneno para fora da mordida antes que seja tarde demais; e Píton-reticulada, maior cobra do mundo que mata suas presas por estrangulamento.

O Dia Mundial da Cobra, que é precisamente esta semana, foi criado para ajudar as pessoas a aprender mais sobre estes animais e quanto eles contribuem para o mundo como nós o conhecemos. Alguma vez pensou em ter uma cobra de estimação? Se não, então aqui estão alguns fatos interessantes para ajudar a afastar as cobras de si.

1 – Antes de mais, torne a sua propriedade o quanto menos atraente possível para as cobras. Para conseguir isso, limpe todos os detritos, mantendo arbustos e plantas aparadas, preencha todos os buracos e as lacunas no concreto, paredes ou pedras (elas amam estas áreas) e sele também qualquer orifício que pode dar acesso a sua casa, como espaços debaixo das portas, janelas, etc. Em casos extremos, pode instalar uma cerca ao redor do perímetro de sua propriedade – uma cerca sólida, não uma cerca de arame é claro.

2 – Espalhe pastilhas de naftalina ao redor da sua propriedade, estas são repelentes de cobras indicados para quintais, por exemplo. As mesmas funcionam a base de ingrediente naftaleno que é a substância ativa repelente. Na verdade, a naftalina utiliza-se em vários remédios comerciais, sendo que é irritante para recetores químicos das cobras. No entanto, tenha especial cuidado para não usar este método repelente se tiver animais de estimação ou crianças.

3 – Tenha a certeza que a sua propriedade está livre das fontes de alimentação que são mais habituais para as cobras, que são: ratos, sapos, lagartos e outras cobras. O importante é que elas não tenham o que caçar ou se sentirem ameaçadas e precisarem de se defender.

4 – Plante citronela ou plantas com cheiro a citrinos a volta da sua propriedade. Cobras não gostam do cheiro cítrico emitido pelas folhas e a planta em si exige muito pouco cuidado. Uma vantagem adicional de citronela é que é a base para a maioria dos repelentes de mosquitos, assim, ao plantar a mesma não repele só as cobras, mas também põe os traquinas dos mosquitos a distância.

5 – Existe ainda a indicação de que as misturas de alho são eficazes como repelente de cobra. E é uma solução que pode preparar em sua casa, basta triturar 10 dentes de alho e misturar com quatro colheres de sopa de óleo de alho ou de qualquer outro óleo vegetal, e adicionar alguma água. Espalhe este preparado ao longo da área que pretende proteger e deixe que o cheiro e a textura afastem os animais. A pesquisa mostrou ainda que o óleo de canela e o óleo de cravo da índia também são eficazes para serem usados como repelentes de cobra. No entanto, este método não foi totalmente verificado e a sua funcionalidade pode ser comprometida por outros fatores.

E para aqueles que preferem a facilidade de repelentes industriais, pode verificar os artigos da nossa loja online que são indicados especificamente para afastar todo o tipo de cobras e osgas.

Mantenha-se Eco.

Anúncios